Aplicações‎ > ‎

Ondas Guiadas de Alta Frequência

    A operação de alta frequência do sistema MsS de ondas guiadas é muito melhor do que os sistemas GUL e Teletest para a inspecção e monitorização dos tubos. O sistema MsS funciona com uma banda larga de frequência de 5 kHz a 250 kHz com um modo de propagação torcional puro. A operação de alta frequência permite encontrar os defeitos pequenos numa curta distância (menos que 9.1 m ao longo de uma direcção) para os tubos isolados numa refinaria, instalações químicas ou petroquímicas. Também tem uma interacção reduzida com as características geométricas como, por exemplo, suporte metálico e braçadeira, segundo indicado em baixo.

 

1º Exemplo: Braçadeira no tubo


 

     O quadro a seguir mostra o gráfico do relatório de inspecção de um tubo na região de penetração do parade (quadro superior), e na parte inferior do quadro, a foto da braçadeira anexado ao tubo (à esquerda) e grafíco do sinal aumentado gerido pela braçadeira (à direita)

      

O relatório de inspecção foi preparado com os dados torcionais de 64kHz e 150kHz. O sinal gerido pela braçadeira, a quase 2 m é vizível com os dados de 64kHz. O sinal video representado por uma linha interrompida, foi reproduzido na parte inferior, à direita com o sinal de tipo RF. Observa-se que o sinal gerido pela braçadeira é forte nas baixas frequências (32 kHz) e reduz-se significativemente atè desaparecer nos testes com alta frequência (64kHz, 150kHz). Se não existir um defeito na mesma posição com braçadeira, então não existirá nenhum sinal reflectido naquela posição. Em conclusão, o sinal a 150kHz poderia indicar um defeito na correspondência da braçadeira se um sinal reflectido for visível. Neste caso, também a distância de inspecção é mais ampla com as altas frequências (150kHz) em comparação com as baixas (32kHz) graças a pequena interacção das ondas guiadas de alta frequência com a braçadeira. Se a inspecção fosse efectuada só nas baixas frequências (32kHz), as ondas reflectidas continuamente pelas braçadeiras presentes, teriam complicado ainda mais a interpretação dos dados.

 

 



2º Exemplo: Suporte metálico de tubo não-soldado


      O quadro a seguir mostra o gráfico do relatório de inspecção (na parte superior do gráfico), a imagem do suporte metálico do tubo (na parte inferior à esquerda) e o gráfico do sinal amplificado do suporte (parte inferior à direita). A tubulação apoia-se num tubo com um diâmetro mais pequeno, posicionado numo bloco de cimento. O sinal gerido pelo suporte metálico é disponível nas frequências 32kHz e 64kHz. Mas, o sinal gerido pelo suporte a 128 kHz não é visível porque as ondas guiadas de alta frequência não interaccionam com o suporte anexado. Se não existe nenhum defeito nesta localização, nenhum sinal será reflectado. Em outras palavras, com um sinal de 128Khz é muito mais fácil detectar os defeitos durante a inspecção, em comparação com um de baixa frequência como o de 32kHz.

    


    3º Exemplo: Suporte metálico de tubo soldado


 

O quadro a seguir mostra o gráfico do relatório de inspecção (na parte superior), a imagem de um suporte de tubo soldado, através da camada de isolamento (parte inferior, à esquerda), bem como o gráfico do sinal amplificado do suporte. O relatório de inspecção, neste caso, foi realizado com um sinal torcional, de 128kHz. Por outro laso, o suporte de tubo soldado gere um sinal forte no caso da inspecção de baixa frequência, tal como mostra o sinal representado na parte inferior, à direita do quadro. O gráfico do sinal amplificado foi assinalado com uma linha interrompida vermelha no gráfico do relatório de inspecção. Os dados torcionais a 32Khz demosntram um sinal resíduo forte em correspondência e segundo a posição do suport. Se a inspecção fosse efectuado a menos de de 60kHz, o sinal forte de baixa frequência teria causado um falso indício de defito. Pelo tal, nos casos de tubos com suportes soldados é necessário fazer uma inspecção em altas frequências.

      O sinal resíduo gerido por um suporte soldado é forte se o cumprimento da circunferência do mesmo for 5 vezes menor que o cumprimento da onda. Visto que o sinal de 128kHz do modo torcional tem o cumprimento da onda 4 vezes menor que o de 32 kHz, o mesmo não interacciona com o suporte do tubo, sendo mais adequado para detectar um possível defeito presente na proximidade do suporte.

   

4º Exemplo: Corrosão Localizada sob o Isolamento


 

O quadro seguinte mostra o teste CUI (corrosão e isolamento) com ondas guiadas. A sonda MsS foi instalada após a remoção do isolamento e foi testada a 32, 64, e 128 kHz. Mas a pequena superfície de corrosão foi sensível a alta frequência de 128 kHz (O cumprimento da onda é de 2.5 cm). Encontramos corrosão na zona do cotovelo e foi verificada pelo cliente após remoção do isolamento.